“Misericordia et Misera”. Carta Apostólica do Papa Francisco.

Não poderia ser mais adequado citar Santo Agostinho em uma carta sobre misericórdia. Santo Agostinho viveu uma vida de devassidão e heresia até sua conversão. Poucas pessoas sentiram o peso do pecado e depois a leveza do amor de Deus na reconciliação. Mesmo depois de atos tão ofensivos contra a vida e contra a Palavra… Read More »

A Igreja de Chamberlain

Em 30 de setembro de 1938, foi assinado um dos documentos mais famosos da história recente, o “Acordo de Munique”. Neville Chamberlain, o então Primeiro-Ministro britânico, junto com Hitler, Mussolini e outros, assina o que seria um acordo de paz, mas se tornou a vergonha da Inglaterra e do mundo livre. O Acordo de Munique… Read More »

A ideologia de gênero e a teologia

A teologia como instrumento racional e caminho para a sanidade contra a ideologia de gênero.   A teologia é muitas vezes vista como um estudo vago e distante da realidade. Afinal, para o ateu, se a teologia estuda aquilo que está além da natureza, ela é vã filosofia, exercício especulativo inútil etc. Mas essa definição… Read More »

A legítima defesa cristã.

Com o Islã massacrando cristãos pelo mundo, em um movimento que é, sim, religioso além de político, a questão da guerra segue não só pertinente, como urgente. Como eu disse no artigo anterior, já estamos em guerra. Resta saber se nós entraremos nela, ou optaremos por ser massacrados em silêncio. Nas atuais circunstâncias, não entrar… Read More »

In odium fidei.

Estamos em guerra! Já não é possível ignorar o fato de que o Islã se prepara para varrer o cristianismo do mundo. Não com maior autoridade moral; não com superioridade teológica; não com uma apologética bela e efeiciente, capaz de convencer os corações; tampouco com mera ocupação de espaços, embora isso seja parte da invasão,… Read More »

Três chances. Terceiro sinal: São João Paulo II

Junho de 1991. Quarta visita papal de São João Paulo II à Polônia. Após meio-século nas mãos das piores chagas do século XX, o Nazismo e o Comunismo, a Polônia se viu definitivamente livre com o fim da União Soviética, um colapso que se observou inevitável já em 1989, e vinha sendo capitaneado, entre outros,… Read More »

Três chances. Segundo sinal: Madre Teresa de Calcutá.

Em um dia de dezembro de 1979, a pequena albanesa conhecida como Madre Teresa de Calcutá se encaminhou para o pódio central no salão da ONU para discursar em agradecimento pelo famoso Prêmio Nobel da Paz. Um momento singular, já que a ONU não tem o costume de homenagear católicos, muito menos religiosos católicos. Para… Read More »

Hans Küng não desiste!

O teólogo suíço Hans Küng um dia foi um promissor teólogo. Seu talento com a teologia ainda muito jovem lhe rendeu o interesse de uma geração fascinada com sua verborragia, sua desenvoltura entre teólogos reconhecidos, seu espaço na mídia e entre alguns conhecidos cardeais do bloco de língua germânica. Pouco tempo depois de sua meteórica… Read More »

Doutores da Igreja: Santo Ambrósio, seu exemplo e a relação Igreja x Estado.

Aurelius Ambrosius, conhecido pelo mundo como Santo Ambrósio, bispo de Milão, viveu apenas 57 anos. A julgar pelo seu impacto no mundo e no cristianismo, seria possível imaginar que ele tivesse vivido muito mais. A história de Santo Ambrósio tem que ser bem situada para ser compreendida perfeitamente. Se o cristão deve antes ser um… Read More »

Chesterton e as condenações libertadoras

“A condenação dos primeiros hereges é, por si só, condenada como retrógrada e estreita. Mas, na verdade, foi a prova de que a Igreja se destinava a ser acolhedora e abrangente“. G.K. Chesterton, sempre o príncipe do paradoxo, nos ensina algo aparentemente esquecido nos dias de hoje. Talvez seja mais correto dizer que é algo… Read More »

Exortação “Amoris Laetitia”, a Alegria do Amor: doutrina segura e pastoral do amor.

Sobre o novo documento “Amoris Laetitia” (A Alegria do Amor), do Papa Francisco.   Com o documento quase todo lido, ainda que sem a toda calma e estudo possíveis, já é possível e importante fazer algumas considerações. É o que dá para ser feito por qualquer um até agora. É um livro de 265 páginas,… Read More »

Gnose. O último a sair, apague as luzes coloridas!

               Recebi de uma amiga um anúncio sobre mais um evento de mais uma comunidade com promessas de salvação e felicidade. Sempre com o mote do fardo que a pessoa carrega, e uma promessa de profunda ligação com dimensões cósmicas de paz. Nesse caso, literalmente, “iniciação cósmica multidimensional”. Infelizmente, é apenas mais um caso da… Read More »