Monthly Archives: novembro 2015

O muito que é nada. Chesterton e o politeísmo.

              G.K. Chesterton, em seu livro “O Homem Eterno” (The Everlasting Man), fala sobre um dito hindu que ele conheceu. Algo como: “Os homens e os deuses existem no sonho de Brahma, e quando Brahma acordar, todos acabam”. Chesterton usa esse ditado em sua ponderação sobre o politeísmo. Ele narra com maestria como o homem… Read More »