Category Archives: Apologética

O Natal é para o ano todo. Comentário sobre “Mt 1-2”.

O Natal do Senhor – Evangelho de São Mateus (1-2) – comentários em teologia bíblica: uma mensagem profética de amor cumprida em Cristo. Cada Evangelho tem uma ênfase em um aspecto da Boa Nova (euangélion, evangelho). Mesmo os chamados ‘sinóticos’ – Mateus, Marcos e Lucas, que assim são chamados por têm muito em comum, daí… Read More »

Santo Ambrósio, fé e santidade: o amor que converte os corações.

“Non in dialectica complacuit Deo salvum facere populum suum” – Santo Ambrósio.   Fé e o exemplo de uma real vivência cristã são elementos contagiosos. Eles deixam sua marca nas pessoas de uma forma tão forte como nenhum argumento brilhante conseguiria! É refletindo sobre isso que eu me pego voltando novamente para o grande Ambrósio,… Read More »

“Misericordia et Misera”. Carta Apostólica do Papa Francisco.

Não poderia ser mais adequado citar Santo Agostinho em uma carta sobre misericórdia. Santo Agostinho viveu uma vida de devassidão e heresia até sua conversão. Poucas pessoas sentiram o peso do pecado e depois a leveza do amor de Deus na reconciliação. Mesmo depois de atos tão ofensivos contra a vida e contra a Palavra… Read More »

A Igreja de Chamberlain

Em 30 de setembro de 1938, foi assinado um dos documentos mais famosos da história recente, o “Acordo de Munique”. Neville Chamberlain, o então Primeiro-Ministro britânico, junto com Hitler, Mussolini e outros, assina o que seria um acordo de paz, mas se tornou a vergonha da Inglaterra e do mundo livre. O Acordo de Munique… Read More »

A legítima defesa cristã.

Com o Islã massacrando cristãos pelo mundo, em um movimento que é, sim, religioso além de político, a questão da guerra segue não só pertinente, como urgente. Como eu disse no artigo anterior, já estamos em guerra. Resta saber se nós entraremos nela, ou optaremos por ser massacrados em silêncio. Nas atuais circunstâncias, não entrar… Read More »

In odium fidei.

Estamos em guerra! Já não é possível ignorar o fato de que o Islã se prepara para varrer o cristianismo do mundo. Não com maior autoridade moral; não com superioridade teológica; não com uma apologética bela e efeiciente, capaz de convencer os corações; tampouco com mera ocupação de espaços, embora isso seja parte da invasão,… Read More »

Três chances. Terceiro sinal: São João Paulo II

Junho de 1991. Quarta visita papal de São João Paulo II à Polônia. Após meio-século nas mãos das piores chagas do século XX, o Nazismo e o Comunismo, a Polônia se viu definitivamente livre com o fim da União Soviética, um colapso que se observou inevitável já em 1989, e vinha sendo capitaneado, entre outros,… Read More »

Três chances. Segundo sinal: Madre Teresa de Calcutá.

Em um dia de dezembro de 1979, a pequena albanesa conhecida como Madre Teresa de Calcutá se encaminhou para o pódio central no salão da ONU para discursar em agradecimento pelo famoso Prêmio Nobel da Paz. Um momento singular, já que a ONU não tem o costume de homenagear católicos, muito menos religiosos católicos. Para… Read More »

Apologética – “Pope Fiction”: os mitos sobre o papado.

O papado não é uma instituição humana, hierárquica, centralizadora e de caráter apenas organizacional. É um sinal visível da promessa de Cristo sobre a Igreja e como ela deve ser vista por todos, e facilmente reconhecida. Isso implica que a Igreja Católica, e apenas ela, tenha uma estrutura distinta e reconhecível em sua simplicidade, com… Read More »

Apologética – parte 7 – “sola scriptura”, apenas a bíblia?

O princípio de sola scriptura, como adiantei no último artigo, é o princípio formal da reforma protestante. É o princípio pelo qual os reformadores enraizaram seus questionamentos. Incorformados com os rumos do catolicismo na época, só lhes restava tentar retirar o que eles chamavam de “o poder temporal da Igreja”, fazendo assim com que a… Read More »

Apologética – parte 6 – Somente pela fé? “Sola Fide” e o problema protestante.

Nessa nova etapa de apologética, temos que entender os principais argumentos da reforma protestante e como responder a eles. Há muito o que se falar sobre a reforma protestante, o protestantismo e a incrível desunião que ele causa no cristianismo, seus erros e as figuras responsáveis por tudo isso. Na verdade, teremos muitas oportunidades para… Read More »

Apologética – parte 5 – Perguntas e respostas sobre cristianismo e a Bíblia.

Como programado, seguimos em frente tentando dissipar núvens de dúvidas e erros sobre o cristianismo e a Bíblia Sagrada. Dessa vez, de uma forma mais dinâmica. Perguntas e respostas. – “Como eu posso acreditar na Bíblia, em especial no Novo Testamento (NT), se os evangelhos foram escritos séculos depois de Cristo, por pessoas que apenas… Read More »

Apologética – parte 4 – Cristianismo e a Bíblia

Nos artigos anteriores, nós vimos alguns argumentos a favor e contra a existência de Deus. Vimos também como argumentar usando a razão e a lógica para deduzir e provar a existência de Deus. Na verdade, seriam preciso muitos livros para esgotar o assunto. Posso voltar a ele um dia, nada impede. Mas, no momento, é… Read More »

Apologética – parte 3 – argumentos contra a existência de Deus

Nos artigos anteriores, eu enumerei argumentos clássicos da filosofia e teologia sobre a existência de Deus. Argumentos que mostram que é possível se defender a existência de Deus por meio da razão, e não apenas com os textos sagrados. E que tal discussão é válida, lógica, e profunda. Nada disso pode ser ignorado ou rebatido… Read More »

Apologética – parte 2 – Santo Tomás de Aquino e a existência de Deus.

No artigo anterior, vimos o famoso “Argumento Ontológico de Santo Anselmo”, e a importância da investigação filosófica de Deus utilizando a razão. Eu sintetizei o argumento e espero ter despertado um desejo de investigação mais profunda em meus poucos leitores. Também demonstrei como a Igreja, e seu constante questionamento, não deixam dúvidas sobre sua busca… Read More »

Apologética – parte 1 – a existência de Deus, via Santo Anselmo.

Começo neste artigo uma série sobre apologética cristã. Como responder a certas perguntas, refutar falácias e explicar a fé com fatos e caridade. A primeira pergunta para qualquer religioso tem que ser a existência de Deus. Algumas religiões ou credos não necessariamente se preocuparam com isso. O Budismo, por exemplo, em sua origem, é agnóstico.… Read More »